11 de fev de 2001

Fundação Demócrito Rocha / CURSO

Apresentação

O curso Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável faz parte de um projeto que procura disseminar a compreensão pública sobre o tema, considerando a atualidade e interesse que tais questões vêm causando aos 6,5 bilhões de habitantes do planeta Terra. Embora estudos mostrem que muitos fatores podem contribuir para o processo de alterações significativas no clima do planeta, a exemplo de situações que aconteceram no passado como eras glaciais, quedas de meteoritos e outros eventos naturais, há fortes indícios que desde os primórdios da humanidade e de forma mais acelerada com o advento da revolução industrial, a maioria das explicações sobre mudanças climáticas está relacionada às ações humanas.
O desenvolvimento da ciência e da tecnologia a partir do século XVII possibilitou ao homem a produção de máquinas e equipamentos para exploração dos recursos naturais, caracterizando uma intervenção na natureza que vem deixando marcas profundas. A visão antropocêntrica que se desenvolveu a partir de então, provocou uma cisão entre o homem e a natureza, e o homem passou a entender a natureza com uma instância que estaria a ele subjulgada, podendo ser explorada da maneira que lhe interessasse.
Os recursos naturais passaram a ser explorados em grande escala gerando riqueza para alguns países que dominavam e exploravam outros, o capitalismo começa a emergir como sistema econômico e assim nasce o mundo moderno, embebido no prazer de descobrir e explorar novos mundos e novas coisas.
Só a partir do século XX é que aparece na agenda da modernidade as questões relacionadas ao meio ambiente – poluição, contaminação, alterações nos ecossistemas, aumentos dos gases estufa, camada de ozônio – uma lista inumerável de problemas que iam se revelando, graças as pesquisas provenientes do mundo acadêmico.
Um dos primeiros gritos de alerta vem com a publicação do livro A primavera silenciosa de Raquel Carson, em 1962, em que ela mostrou como o DDT (Dicloro-Difenil-Tricloroetano) penetrava na cadeia alimentar e acumulava-se nos tecidos gordurosos dos animais, inclusive do homem (chegou a ser detectada a presença de DDT até no leite humano!), com o risco de causar câncer e dano genético.
O livro não expunha apenas os perigos do DDT, mas colocava em cheque o conceito de modernidade construído tendo como referência a ideia de progresso científico e tecnológico. Juntamente com o biólogo René Dubos, Rachel Carson foi uma das pioneiras da conscientização de que os homens e os animais estão em interação constante com o meio em que vivem.
Em 1979 James Lovelock lança o livro Gaia: um novo olhar sobre a vida na Terra e nele apresenta as bases da hipótese gaia. Segundo o autor
O espectro completo de vida na Terra, de baleias a vírus e de olmos a algas podem ser vistas como partes constitutivas de uma entidade vivente única capaz de manter a composição da atmosfera da Terra adequada a suas necesidades gerais e dotada de faculdades e poderes maiores que a aquelas das suas partes constivas ... [Gaia pode ser definida como] um ente complexo que inclui a biosfera terrestre, atmosfera, oceanos, e solo; e a totalidade estabelecendo um mecanismo auto-regulador de sistemas cibernéticos com a finalidade de procurar um ambiente físico e químico ótimo para a vida no planeta.
Os fundamentos que levaram Lovelock a estas conclusões foram as pesquisas desenvolvidas por ele juntamente com a bióloga americana Lynn Margulis analisando a atmosfera da Terra e comparando com a outros planetas. Eles chegaram a constatação de que a vida da Terra cria as condições para a sua própria sobrevivência, e não o contrário, como as teorias tradicionais sugerem.
Vista com descrédito pela comunidade científica internacional, a Teoria de Gaia foi bem aceita pelos grupos ecológicos, e alguns pesquisadores. Com o fenômeno do aquecimento global e a crise climática no mundo, a hipótese tem ganhado credibilidade entre cientistas. Depois de 300 anos os sinais de alerta de que as intervenções humanas estavam provocando alterações no planeta e se disseminam por todas as instâncias sociais, chegando a ocupar a pauta política dos governantes.
Um dos problemas que domina as preocupações ambientais desde os anos 1970 é o buraco na camada de ozônio, um fenômeno que ocorre somente durante uma determinada época do ano, entre agosto e início de novembro no hemisfério sul. Não se trata propriamente de um buraco na camada do gás ozônio, mas de uma diminuição da espessura da camada , que pode ser atribuída aos arranjos moleculares do comportamento dos gases, em decorrência da emissão na superfície da Terra dos clorofluorcarbonos, mais conhecidos como CFC e que se fazia presente até recentemente em sprays, congeladores de geladeiras e outros equipamentos de uso doméstico.
A Organização Meteorológica Mundial (WMO), no relatório de 2006, prevê que as metas de redução na emissão de clorofluorcarbonos (CFC), firmado pelos países no Protocolo de Montreal (1989), resultará na diminuição gradual do buraco de ozônio, com uma recuperação total por volta de 2065.
O início do século XX é marcado por um novo problema ambiental de dimensões planetárias – o aquecimento global – que pode trazer consequências graves a todos os que habitam o planeta, pois a concentração de calor na superfície terrestre pode influenciar fortemente o regime de chuvas e secas em várias partes do mundo. A mobilização em torno do tema tem envolvido organismos governamentais, instituições independentes, organizações não governamentais, entidades multilaterais, e instituições ambientalistas. Efeitos climáticos extemporâneos e de grande impacto têm se manifestado nos mais diversos lugares do planeta e causado grandes desastres naturais, afetando contingentes humanos significativos. Segundo muitos estudos realizados, tais alterações estão relacionadas de uma forma ou de outra com o aquecimento global.
Procurando contribuir para aprofundar as discussões e esclarecer a população sobre tão relevante desafio, o curso aborda as questões relacionadas a mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável, visando ampliar o entendimento público sobre o tema, considerando os compromissos assumidos pelo País no contexto internacional, especialmente aqueles firmados quando da realização da 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, conhecida como COP15, realizada no mês de dezembro de 2009 em Copenhague, na Dinamarca.

Objetivos

Geral

Disseminar a compreensão pública sobre o tema mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável, considerando na atualidade o interesse que tais questões vêm causando a todos os cidadãos e os compromissos assumidos pelo Brasil na 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.

Específicos

  • Contribuir para o entendimento público acerca das mudanças climáticas que estão acontecendo no planeta Terra.
  • Discutir os efeitos causados pela ação humana nos recursos naturais do planeta e nos ecossistemas.
  • Subsidiar a população com conhecimentos que possibilite a reflexão e a ação de forma coletiva e consistente, no sentido do desenvolvimento sustentável para assegurar as condições de vida no planeta.
  • Estimular boas práticas individuais ou coletivas que contribuam para minimizar as mudanças climáticas e favoreçam o desenvolvimento sustentável.

Público Alvo

  • 30.000 vagas gratuitas na Universidade Aberta do Nordeste (UANE) podendo se inscrever todo e qualquer cidadão, residente em qualquer região do país ou exterior, independente do grau de escolaridade, nacionalidade, idade, sexo ou etnia.
  • 80.000 vagas para professores de Ensino Fundamental das escolas públicas do Estado do Ceará.
Conteúdo Programático
  • 1. Definições dos termos e conceitos sobre o tema mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável: noções sobre o clima do planeta e as mudanças que veem ocorrendo nos últimos anos; relação entre as ações humanas; as alterações climáticas no mundo e suas consequências; principais convenções, protocolos e agendas sobre o clima realizadas nos últimos anos, voltadas aos problemas ambientais resultantes do aquecimento global; conceito de desenvolvimento sustentável, considerando sua importância para um mundo mais justo e permanente.
  • 2. Ar e poluição: a composição da atmosfera terrestre; os gases do efeito estufa: metano, oxigênio, dióxido de carbono, ozônio; efeito estufa natural e provocado; poluição; raios ultravioletas; inversão térmica; ciclos biogeoquímicos; problemas ambientais.
  • 3. Água e poluição: a constituição da hidrosfera; o ciclo da água; nascente dos rios, oceanos, chuva; poluição da água; alterações dos cursos de água; água potável; consumo de água nas atividades produtivas; economia de água; problemas ambientais relacionados à água.
  • 4. Solo e poluição: a constituição do solo; tipos de solo; solo e vegetação; solo e agricultura; ciclos biogeoquímicos; poluição do solo, degradação do solo, problemas ambientais relacionados ao solo; créditos de carbono; agricultura orgânica; intervenções no solo visando o cultivo.
  • 5. Sistemas de monitoramento climáticos: criação de instituições governamentais ou não para estudos e monitoramento do clima no planeta, como: Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), estudos e pesquisas sobre os tipos de classificações climáticas.
  • 6. Responsabilidades e compromissos sociais: problemas ambientais decorrentes das intervenções humanas no planeta; políticas públicas e de governo para o meio ambiente; cartas de compromissos; criação de reservas; áreas de conservação, parques, jardins; surgimento de organizações não-governamentais; institutos de pesquisa e outros mecanismos que assumem responsabilidades e compromissos com o meio ambiente; a educação ambiental.
  • 7. Demografia e desenvolvimento sustentável: população e habitação; recursos naturais e consumo humano; a produção de alimentos e os solos; água potável e as grandes metrópoles; a capacidade de regeneração do planeta; o consumismo e a limitação dos recursos naturais; a pegada ecológica, desenvolvimento sustentável, economia justa, lixo.
  • 8. Lixo, reciclagem e educação ambiental: a problemática do lixo; formas de coleta, reciclagem, comportamentos responsáveis de “produção” e “destino” do lixo; o problema do lixo, do ponto de vista ambiental; necessidade e oportunidades de atuar de modo propositivo.
  • 9. Energias renováveis: principais fontes de energia existentes no mundo; energias renováveis e seus usos para um desenvolvimento sustentável; relacionamento da energia com o meio ambiente; importância das energias renováveis como sucessoras das energias esgotáveis visando a sustentabilidade ambiental.
  • 10. Ecossistemas do Nordeste (semiárido): o clima do Nordeste brasileiro, o ecossistema caatinga, outros ecossistemas coexistentes, a população que habita o semiárido, economia no semiárido, recursos naturais, poluição e degradação, intervenções humanas a procura do desenvolvimento da região, cenários futuros em decorrência das mudanças climáticas.

Metodologia

Metodologia em EAD

A educação a distância apresenta características específicas, rompendo com a concepção da presencialidade no processo de ensino-aprendizagem. Para a EAD, o ato pedagógico não é mais centrado na figura do professor, e não parte mais do pressuposto de que a aprendizagem só acontece a partir de uma aula realizada com a presença deste e do aluno.Sua concepção se fundamenta no fato de que o processo de ensino-aprendizagem pode ser visto como a busca de “uma aprendizagem autônoma, independente, em que ousuário se converte em sujeito de sua própria aprendizagem e centro de todo o sistema” (RIANO, 1997, p. 21). Isso naturalmente vai contribuir para formação de cidadãos ativos ecríticos que procuram soluções e participam de maneira criativa nos processos sociais. Ou seja, a EAD, pelos próprios mecanismos pedagógicos adotados, favorece a formação de cidadãos mais engajados socialmente, conscientes de sua autonomia intelectual e capazes de se posicionar criticamente diante das mais diversas situações.
As ações de EAD são norteadas por alguns princípios, entre eles:
  • Flexibilidade, permitindo mudanças durante o processo, não só para os professores, mas também, para os alunos.
  • Contextualização, satisfazendo com rapidez demandas e necessidades educativas ditadas por situações socioeconômicas específicas de regiões ou localidades.
  • Diversificação, gerando atividades e materiais que permitam diversas formas de aprendizagem.
  • Abertura, permitindo que o aluno administre seu tempo e espaço de forma autônoma (LEITE, 1998, p. 38).
A Universidade Aberta do Nordeste da Fundação Demócrito Rocha se fundamenta nos princípios da educação a distância para a realização de suas atividades acadêmicas. Para isso, utiliza como recursos pedagógicos: material impresso, videoaulas, radioaulas, e internet.
O conteúdo apresentado em fascículos semanais impressos é também explorado de diversas formas como videoaula e radioaula, permitindo aos alunos situações de interatividade assíncrona.
No que tange aos mecanismos de interatividade síncronos, o ambiente virtual de aprendizagem com serviços de tutoria on line, fóruns, bibliotecas e outros recursos representa uma estratégia didática de largo alcance criando uma interface dinâmica entre coordenação, professores conteudistas, tutores e alunos.
A adoção da EAD nos cursos da UANE cria um conjunto de vantagens para os alunos como:
  • Autonomia na organização do tempo de estudo, permitindo que o aluno defina o horário mais adequado para realizar seus estudos. O fato dos cursos serem abertos e a distância permite que todo e qualquer cidadão, independente do nível de escolaridade, e da profissão ou ocupação, possa participar. Por isso, os cursos precisam apresentar recursos pedagógicos diversos, de modo a se adequar a realidade de cada aluno.
  • Independência das condições geográficas. Os cursos oferecidos na modalidade de educação a distância procuram superar as barreiras geográficas disponibilizando recursos pedagógicos que possam ser acessados em tempo real ou diferido em todos os locais. O uso de correspondência postal e internet são as ferramentas que permitem os materiais dos cursos chegarem a todos os alunos e com isso possibilitar o processo de aprendizagem.
  • Acesso a conhecimentos produzidos por especialistas com credenciais científicas e pedagógicas numa determinada área de saber. Graças a convênios interinstitucionais com Universidade Públicas e outras instituições científicas e culturais, os cursos da Universidade Aberta do Nordeste podem contar com equipes de especialistas e pesquisadores capazes de produzir recursos pedagógicos de alta qualidade acadêmica. Cabe a equipe interna da própria UANE, composta de jornalistas, pedagogos, especialistas em educação a distância, arquiteto instrucional, e outros profissionais de produção editorial trabalhar com os textos acadêmicos, adequando-os aos fundamentos da educação a distância e desenvolvendo ambientes de aprendizagem favoráveis ao aluno.
  • Fascículos impressos com abordagem pedagógica diferenciada e projeto gráfico adequado a linguagem recomendada para educação a distância. Neles, o texto e contexto se aliam em busca de uma abordagem que preserve o rigor científico, a linguagem acessível e o respeito a individualidade dos alunos, que precisam desenvolver o autodidatismo. Para isso utiliza os pressupostos da andragogia.
  • Facilidade para entrar em contato com os serviços de coordenação e a tutoria, que disponibilizam informações administrativas e acadêmicas e também orientações pedagógicas e de conteúdo.
  • Provas randômicas aplicadas on line, com padrões de qualidade e lisura preservados. As provas são confeccionadas a partir de um Banco de Questões elaboradas pelos autores e tutores sobre os assuntos dos fascículos, validadas e depositadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem para acesso dos alunos.
  • Acesso a diversos recursos pedagógicos, com utilização de mídias variadas, para adoção dos que ele estiver mais familiarizado ou tenha mais interesse.
O curso é composto de fascículos, sendo o primeiro dedicado a fornecer as Orientações Gerais e demais de conteúdos específicos sobre os temas do curso. Ao receber semanalmente, cada fascículo, o aluno deverá escolher onde, quando e como estudar, de acordo com suas conveniências.
Para um bom desempenho e maior eficiência nas atividades de aprendizagem é importante adotar algumas rotinas e procedimentos como:
  • Ler os fascículos refletindo acerca dos conceitos, ideias e exemplos apresentados pelos autores. Recomenda-se que seja realizada uma primeira leitura de todo o texto, para ter uma ideia geral do que se trata. Uma segunda leitura pode ser mais acurada, de preferência com marcações de trechos importantes e anotações nas laterais do fascículo. Procure sempre identificar os conceitos mais relevantes e as ideias chaves que o(s) autor(es) apresentam.
  • Registrar todas as dúvidas. Algumas dessas dúvidas podem ser esclarecidas no decorrer da leitura do texto, mas outras persistem e precisam de orientações externas para a seu esclarecimento. O serviço de tutoria está a disposição para ajudar no que for necessário e o aluno não se sentir desamparado no processo de construção do conhecimento. No Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que o aluno tem acesso mediante login e senha, existe materiais de apoio como textos complementares, biblioteca, links e outros recursos que podem ajudar a dirimir dúvidas.
  • Responder todas as atividades de cada fascículo. Elas foram elaboradas para fixar melhor os conteúdos. Um dos fundamentos que orientam a produção de material didático em EAD é possibilitar uma maior interação do aluno com o texto. Para isso, ele é permeado por questionamentos e indagações que procuram construir um dialogo entre o leitor e o autor, levando o primeiro a estabelecer uma linha de raciocínio que vai sendo reforçada a cada reflexão levantada. A ideia é que o aluno vá conversando com o texto, concordando, discordando, pesquisando, argumentando e fortalecendo seu processo de construção do conhecimento.
  • Formar grupo de estudos e discutir os conteúdos dos fascículos. A interação com outros colegas permite reflexões, troca de experiências e, consequentemente, facilita a aprendizagem.
  • Visitar rotineiramente o site do curso no seguinte endereço: (www.fdr.com.br/mudancasclimaticas), pois lá encontrará as mais diversas informações e se manterá atualizado(a) sobre todas as atividades. Um dos pilares que assegura a permanência do aluno num curso de EAD é a frequência com que ele visita os ambientes virtuais que são disponibilizados. Ele não só encontrará informações atualizadas sobre o curso, mas se sentirá integrado a rede de profissionais que são responsáveis que execução do curso. Com a internet e as ferramentas criadas pelas novas tecnologias da informação e comunicação, o aluno poderá estabelecer contato por e-mail ou por redes sociais com outros colegas e interessados no tema, e sentir-se parte de uma verdadeira comunidade de aprendizagem.
  • Verificar sempre a caixa de entrada do seu e-mail, pois será um importante canal de comunicação entre nós. Caso ainda não possua, sugerimos que você crie um e-mail.

Recursos Pedagógicos

A figura apresenta a configuração do curso a ser oferecido na modalidade EAD no que diz respeito à disponibilização de recursos pedagógicos síncronos e assíncronos. A utilização de mídias variadas parte do pressuposto de que o aluno aproveita da melhor forma os recursos aos quais ele estiver mais familiarizado ou tenha mais interesse.
Associar diferentes meios de comunicação, fomentando a convergência e o diálogo entre as mídias no processo de ensino-aprendizagem, amplia as possibilidades de estímulo pedagógico e reforçam a aquisição do conhecimento.
Os recursos disponíveis para este curso oferecido da UANE são os seguintes:
Figura 1: Estrutura pedagógica disponibilizada para alunos no curso oferecido na modalidade EAD.

Fascículos Impressos

O uso de materiais impressos na educação a distância (EAD) pressupõe que o aluno tem autonomia de leitura já que a leitura ouvida (especialmente explorada pelo professor) não mais acontece. Caberá ao aluno exercer sua autoridade de leitor individual, explorando, através do seu horizonte cultural, as múltiplas possibilidades de interpretação e atribuição de sentido. Enfim, é ele que constrói e/ou reconstrói,através da leitura, o conhecimento. Neste curso, os materiais impressos consistem de:
  • 1 fascículo de Orientações Gerais sobre o curso.
  • 10 fascículos de conteúdos sobre o tema Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável, elaborados por especialistas e pesquisadores da área. Cada fascículo possui 32 páginas, impressas em 4 cores e atende a projeto pedagógico específico para este curso.
  • 1 capa para encadernar os fascículos, que será entregue com o Certificado de Extensão Universitária para os que forem aprovados, ou aos que procurarem diretamente a UANE.
Os fascículos circularão gratuitamente sempre as segundas-feiras, encartados no jornal O POVO, durante 11 (onze) semanas consecutivas. Se você não reside em Fortaleza ou não tem acesso ao Jornal poderá adquirir os fascículos através de Mala Direta.
Na semana seguinte ao do encarte no jornal, o fascículo estará disponível em formato eletrônico, no Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso, no site www. fdr.com.br/mudancasclimaticas, podendo ser acessado gratuitamente e realizado download por todos os que estiverem matriculados, mediante login e senha.

Videoaulas e Radioaulas

Desde a invenção do rádio e da televisão e sua popularização a partir do início do século XX, estes equipamentos tecnológicos têm sido considerados como possuidores de amplas possibilidades pedagógicas, não só como recursos que possam vir a ser usados no ambiente escolar, mas também fora dele.
Para diversos autores, entre eles Ferres (1996), o uso de audiovisuais como recursos pedagógicos se justificam à medida que quanto mais sentidos mobilizamos duranteuma exposição, melhor é a porcentagem de retenção mnemônica e consequentemente de aprendizagem. Tais recursos permitem que os estudantes construam caminhos diferenciados para assimilação e acomodação dos novos conhecimentos.
Capacidade de memorização do sujeito
Percentagem dos dados memorizados pelos estudantes
10% do que leem
20% do que escutam
30% do que veem
50% do que veem e escutam
79% do que dizem e discutem
90% do que dizem e depois realizam
Neste curso, os recursos audivisuais serão utilizados da seguinte forma:
  • Emissão de 10 teleaulas de 48’, uma para cada fascículo, veiculadas pela TV OPOVO (48 - canal aberto, 23 – Net, 11 – TV Show) aos domingos, das 15 às 16 horas. Na semana seguinte, as videoaulas divididas em blocos, estarão disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso, para acesso e download pelos alunos inscritos.
  • Emissão de 10 programas de rádio de 50’, sobre temas dos fascículos, veiculados pela rádio O POVO/CBN 1010 AM, aos sábados, das 10 às 11 horas. Na semana seguinte, as radioaulas, convertidas em podcasts estarão disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso, para acesso e download pelos alunos.

Ambiente Virtual de Aprendizagem

Cada vez mais, as tecnologias digitais fazem parte de nossas vidas, qualquer que seja a atividade profissional, onde quer que estejamos. Inúmeras pesquisas avançam nesta direção, revelando que essas tecnologias têm potencial para dinamizar o processo de ensino-aprendizagem desde que adequadamente empregadas.
Na educação a internet se tornou um recurso fundamental às escolas e universidades, bem como aos estudantes, professores, pesquisadores e educadores em geral. No mundo todo, inclusive no Brasil, as instituições de ensino e pesquisa estão conectadas à rede e propiciando o acesso à comunidade acadêmica.
A internet é um recurso sem limites que professores e alunos estão aprendendo a usar, enquanto pesquisadores do mundo inteiro estudam novas formas de utilização para torná-la cada vez mais útil à educação. Tem servido como fonte de pesquisa, fornecimento e troca de informações, intercâmbio entre instituições afins, divulgação de projetos e trabalhos acadêmicos, apoio ao ensino em sala de aula, ensino à distância, ou simplesmente para divulgar o nome das escolas que mantêm páginas na rede. As aplicações da internet na educação são inesgotáveis e dependem essencialmente da criatividade do educador.
O quadro 2 resume a representação que temos construído da sala de aula da sociedade tecnológica, comparando-a com características da escola tradicional.
A Sala de aula antes e depois da internet

Na educação tradicional
Com a nova tecnologia
O Professor
Um especialista
Um facilitador
O Aluno
Um receptor passivo
Um colaborador ativo
A ênfase educacional
Memorização dos fatos
Pensamento crítico
A avaliação
Do que foi retido
Da interpretação
O método de ensino
Repetição
Interação
O acesso ao conhecimento
Limitada ao conteúdo
Sem limites
Os cursos da Universidade Aberta do Nordeste dispõe de Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) onde o aluno tem várias opções de interatividade para dirimir dúvidas, realização de atividades relacionadas aos conteúdos dos fascículos,bibliografia complementar, podcast, e-mail, vídeoaulas, etc. É neste AVA que o aluno realizará a prova online.
Especialmente neste curso, encontra-se disponível no AVA um local denominado PORTAL DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS no qual os alunos poderão cadastrar projetos individuais, atividades educacionais ou boas práticas desenvolvidas nas escolas sobre o tema mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável em regiões semiáridas. O Portal MUDANÇAS CLIMÁTICAS ficará ativo durante um ano e é também um ambiente de socialização de experiências e aprendizagem coletiva.

Linhas telefônicas, fax e atendimento eletrônico

Serão disponibilizadas as linhas (85) 3255.6326/ 6329/ 6330/ 6331/ 6332/ 6343 e o fax (85) 3255 6271 para atendimento ao cursista das 8:00 às 18:00, de segunda a sexta-feira.
O aluno contará também com uma linha 0800 280 2210 para atendimento das 8:00 às 18:00 horas, de segunda a sexta-feira.
O atendimento pode ser realizado através dos e-mails uane@fdr.com.br ou tutoria@fdr.com.br.

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Acesso restritoCPF
Senha
Esqueceu sua senha? Clique aqui para alterá-la.

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Fascículos Online

Serão disponibilizados os arquivos dos fascículos em formato PDF para consulta dos cursistas.

Rádioaulas

Veiculadas pela rádio O POVO/CBN 1010 AM aos sábados, das 10 às 11h.

Vídeoaulas

Emissão de teleaulas veiculadas pela TV O POVO (48 - canal aberto, 23 - Net, 11 - TV Show) aos Domingos das 15 às 16 h. Depois de veiculados, os programas são disponibilizados em formato de vídeo no site do curso dentro do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

Tutoria OnLine

Onde o cursista tem oportunidade de interagir diretamente com tutores, para tirar dúvidas e esclarecer questões relacionadas aos fascículos do curso.

Portal das Mudanças Climáticas

Os cursistas poderão cadastrar projetos individuais, atividades educacionais ou boas práticas desenvolvidas nas escolas sobre o tema mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável em regiões semiáridas. O Portal MUDANÇAS CLIMÁTICAS ficará ativo durante um ano e é também um ambiente de socialização de experiências e aprendizagem coletiva.

Fascículos

Os fascículos circularão gratuitamente sempre as segundas-feiras, a partir do dia 30 de agosto de 2010, encartados no Jornal O POVO, durante 11 (onze) semanas consecutivas. Se você não reside em Fortaleza ou não tem acesso ao Jornal poderá adquirir os fascículos através de Mala Direta.
  • 1 fascículo de Orientações Gerais sobre o curso.
  • 10 fascículos de conteúdos sobre o tema Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável, elaborados por especialistas e pesquisadores da área. Cada fascículo possui 32 páginas, impressas em 4 cores e atende a projeto pedagógico específico para este curso.
  • 1 capa para encadernar os fascículos, que será entregue com o Certificado de Extensão Universitária para os que forem aprovados, ou aos que procurarem diretamente a UANE.

MALA DIRETA

A pessoa interessada em participar do Curso, mas que não reside em Fortaleza ou não tem acesso ao jornal O POVO em sua cidade, e tem interesse em obter a versão impressa, poderá adquirir os fascículos através de Mala Direta. O investimento é de R$ 95,00 (noventa e cinco reais). Os procedimentos são os seguintes:
  • Preencher a ficha de inscrição on line
  • Realizar um depósito bancário identificado em favor da Fundação Demócrito Rocha
  • Enviar por fax: (85) 3255.6271 o comprovante do depósito, identificando o cursista com nome, CPF e o nome do curso.
O cursista receberá no endereço indicado na ficha de inscrição, os fascículos impressos. Se mudar de endereço, deverá comunicar a coordenação para que os mesmos sejam enviados para o novo local indicado.
Dados bancários para depósito Banco Bradesco, Ag. 2367-1, C/C 10539-2.

Declaração

A declaração (de inscrito ou de aprovado) será concedida mediante a solicitação por telefone ou por e-mail. Cada uma terá o valor de R$5,00 (cinco reais) que deverão ser pagos na ocasião da retirada na FDR.
Para quem não reside em Fortaleza, deverá fazer um depósito bancário em favor da FDR no valor de R$5,00 (cinco reais) por declaração e R$5,00 (cinco reais) para postagem com aviso de recebimento (AR), e em seguida enviar por fax (85) 3255 6271 o comprovante do depósito, identificando o cursista com nome, CPF, o nome do curso, e o endereço para qual deverá ser enviada.
Dados bancários: Banco Bradesco, Ag. 2367-1, c/c 10539-2

Certificados

Carga Horária

A carga horária do Curso é de 160 horas

Certificado de Extensão

Terá direito ao Certificado de Extensão Universitária quem obtiver nota maior ou igual a 6,0 (seis), ou seja, acertar no mínimo 12, de 20 questões questões da prova on line. A 1ª via não é paga.

Certificado de Participação

Quem não atingir a nota mínima para aprovação, 6,0 (seis) poderá requerer até 30 dias após o último dia de prova, o Certificado de Participação. Este modelo de certificado não informa carga horária, nota e ementa. A 1ª via não é paga.
Atenção: Para os inscritos em Fortaleza, o prazo para retirar o Certificado de Extensão ou de Participação na Fundação Demócrito Rocha (FDR) será até o dia 30 de junho de 2011. Este mesmo prazo servirá para os Coordenadores Municipais devolverem, assinada, a listagem de controle de entrega dos certificados aos cursistas.

Certificado – solicitação de 2ª via

A 2ª via de Certificado será concedida mediante a solicitação por telefone ou por e-mail. Para a emissão da 2ª via do certificado, o interessado pagará R 20,00 (vinte reais) na ocasião da retirada na FDR.
Para quem não reside em Fortaleza, deverá fazer um depósito bancário em favor da FDR no valor de R$ 20,00 (vinte reais) por certificado e R$ 5,00 (cinco reais) para postagem, com aviso de recebimento (AR) e em seguida enviar por fax (85) 3255.6271 o comprovante do depósito, identificando o cursista com nome, CPF, nome do curso, e endereço para o qual deverá ser enviado.
Dados bancários: Banco Bradesco, Agência 2367-1, C/C 10539-2

Prova on line

A avaliação em educação a distância precisa levar em conta os avanços ocorridos no processo ensino-aprendizagem com a adoção das novas tecnologias da informação e comunicação.
Nos cursos de extensão da UANE, por atingir um contingente muito grande de alunos, a sistemática de avaliação consiste na realização, ao final do curso, de uma prova de conhecimentos aplicada de forma randômica e on line. A prova consta de 20 questões de múltipla escolha que são retiradas de um Banco de Questões elaborado pelos professores autores e pelos tutores.
A prova será disponibilizada a partir da realização da última atividade do curso no caso, a videoaula e ficará disponível no site de 16 de novembro de 2010 a 31 de março de 2011.
Acesso através do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).
Mala Direta
A pessoa interessada em participar do Curso, mas que não reside em Fortaleza ou não tem acesso ao jornal O POVO em sua cidade, e tem interesse em obter a versão impressa, poderá adquirir os fascículos através de Mala Direta. O investimento é de R$ 95,00 (noventa e cinco reais). Os procedimentos são os seguintes:
  • Preencher a ficha de inscrição on line
  • Realizar um depósito bancário identificado em favor da Fundação Demócrito Rocha
  • Enviar por fax: (85) 3255.6271 o comprovante do depósito, identificando o cursista com nome, CPF e o nome do curso.
O cursista receberá no endereço indicado na ficha de inscrição, os fascículos impressos. Se mudar de endereço, deverá comunicar a coordenação para que os mesmos sejam enviados para o novo local indicado.
Dados bancários para depósito Banco Bradesco, Ag. 2367-1, C/C 10539-2.

Coordenadores Municipais

Cidade
Elo
Contato
ABAIARA (CE)
MARIA KATIA ALVES DE CALDAS
88-35581239
ACARAPE (CE)
SINILSE LOURENÇO DA ROCHA CASTRO
85-86157858
ACARAÚ (CE)
GILLENÊ VASCONCELOS E SILVA
88-36611571
ACOPIARA (CE)
JOANA PAULA BEZERRA DE ARAÚJO
88-35650538
AIUABA (CE)
FRANCISCA ALBECINA PAIVA
88-35241110
ALCÂNTARAS (CE)
OSMAR DOS REIS BRANDÃO
88-36401042
ALTANEIRA (CE)
ARLENE ALVES DE SOUSA E SILVA
88-35481185
ALTO SANTO (CE)
ALINE SIMONE PAULA RODRIGUES
88-34291170
AMONTADA (CE)
CELIA REGINA BEZERRA
88-96087217
ANTONINA DO NORTE (CE)
ISAIAS VIEIRA DE MORAIS
88-35251370
APUIARÉS (CE)
FRANCISCA VANÚZIA TEIXEIRA DA SILVA
85-33561513
AQUIRAZ (CE)
MARIA DO CARMO SOARES CAVALCANTE
85-33611825
ARACATI (CE)
JANE MEIRE NOGUEIRA GUIMARÃES
88-34462448
ARACOIABA (CE)
SOLANGE MARIA GOMES RODRIGUES
85-33371378
ARARENDÁ (CE)
ANTÔNIO RAFAEL MOURA LOPES
88-36331099
ARARIPE (CE)
FRANCISCO MARTINS DA SILVA
88-35301147
ARATUBA (CE)
NAÃMA ANDRADE MARTINS COLARES
85-99113401
ARNEIROZ (CE)
ZOZIMO NETO CAVALCANTE RICARTE
88-34191137
ASSARÉ (CE)
CÁRITA TORQUATO BRITO
88-35351160
AURORA (CE)
UCINETE OLIVEIRA DOS SANTOS
88-35431336
BAIXIO (CE)
REGINA CÉLIA CAVALCANTE DA SILVA LEITE
88-99201643
BANABUIÚ (CE)
NYVEA CILENE NOGUEIRA TORRES
88-34261121
BARBALHA (CE)
DENISE FILGUEIRA DE ARAUJO COELHO
88-35323566
BARREIRA (CE)
JOSÉ IRAMILSON COSTA PEREIRA
85-33311350
BARRO (CE)
MARIA MARTINS SILVA
88-35541715
BARROQUINHA (CE)
FRANCISCO DAS CHAGAS LOURENÇO ALVES
88-36231153
BATURITÉ (CE)
QUEILA MARIA SOARES ARAÚJO
85-33474239
BEBERIBE (CE)
MARTA MARIA CORDEIRO LIMA
85-33382420
BELA CRUZ (CE)
MARCOS ANTÔNIO PIRES
88-36631172
BOA VIAGEM (CE)
ANA CLÉIA LIMA MACHADO
88-34271416
BREJO SANTO (CE)
MARIA ALDENIRA PINHEIRO LUCIANO
88-35314837
CAMOCIM (CE)
MARIA DO SOCORRO ROCHA MARTINS
88-36216479
CAMPOS SALES (CE)
MARA LIMA DE ALENCAR RODRIGUES
88-35331249
CANINDÉ (CE)
MARIA DO SOCORRO BRAGA ALVES
85-33436815
CAPISTRANO (CE)
ANGELA CRISTINA DE ALBUQUERQUE LIMA
85-33261289
CARIDADE (CE)
MARIA LAUDENIA DOS SANTOS
85-33241185
CARIRE (CE)
ALYNE VERAS DOS SANTOS
88-36461208
CARIRIAÇU (CE)
LAIS MARIA MEDEIROS DE A. MACHADO
88-35471112
CARIÚS (CE)
MARIA DE LOURDES BARROS DE OLIVEIRA
88-35141278
CARNAUBAL (CE)
MARIA ONEDIA DE ARAUJO
88-36501112
CASCAVEL (CE)
MARIA LUIZETE INÁCIO SOARES
85-33341907
CATARINA (CE)
PORFIRA PEREIRA DA SILVA
88-35561167
CATUNDA (CE)
FRANCISCA VALDETE FERREIRA PAIVA
88-36861356
CAUCAIA (CE)
MARIA DA CONCEIÇÃO DE M. PEREIRA
85-33428040
CEDRO (CE)
SILVANIA CLESIA MATIAS DE SOUZA BEZERRA
88-35640217
CHAVAL (CE)
FRANCISCO DAS CHAGAS PEREIRA DE BRITO
88-36251244
CHORÓ (CE)
FRANCISCA OLIETE PEREIRA
88-34381096
CHOROZINHO (CE)
HUMBERLENE MESQUITA MACHADO
85-33191330
COREAÚ (CE)
SOCORRO MARIA ALBUQUERQUE
88-36451496
CRATEÚS (CE)
MARIA REGILDA XIMENES MELO
88-36923311
CRATO (CE)
ISABEL ALVES DE LIMA
88-31021263
CROATÁ (CE)
ANTONIA JUCILENE ALVES DE SOUSA
88-36591373
CRUZ (CE)
VALDIRENE CRUZ DO NASCIMENTO
88-99273307
DEP. IRAPUAN PINHEIRO (CE)
CAIO EDER SANTIAGO LOPES DE SOUSA
88-35691113
ERERÊ (CE)
MARIA CERES DE QUEIROZ
88-34341122
EUSEBIO (CE)
EMANUELE ALCÂNTARA DA SILVA EVANGELISTA
85-32603787
FARIAS BRITO (CE)
ANTONIA GONÇALVES AMORIM
88-35441102
FORQUILHA (CE)
TARJARA ALMEIDA BESERRA DA SILVA
88-36191422
fortaleza (ce)
ana paula costa salmin
85-32556327
FORTIM (CE)
JOSÉ MILTON PINHEIRO FILHO
88-34131010
FRECHEIRINHA (CE)
ANTONIA JOSIELMA AZEVEDO SOUSA
88-36551685
GENERAL SAMPAIO (CE)
KATIANE RODRIGUES DO NASCIMENTO
85-33571081
GRACA (CE)
JAKELINE LIMA DE ABREU
88-36561036
GRANJA (CE)
FRANCISCA ADEZIA SALDANHA
88-36241207
GRANJEIRO (CE)
JOSIETA MARIA HENRIQUE FELIPE
88-99054069
GROAÍRAS (CE)
FRANCISCA HIANICE MACIEL VASCONCELOS
88-36471197
GUAIUBA (CE)
SUELY PAULINO DA SILVA
85-33761017
GUARACIABA DO NORTE (CE)
ANTONIO RIBEIRO MARTINS
88-36522349
GUARAMIRANGA (CE)
ANA LUCIA FLOR DA SILVA
85-33211614
HIDROLÂNDIA (CE)
ROBSON OLIVEIRA ROCHA
88-36381277
HORIZONTE (CE)
CICERA ERLANDIA DA SILVA
85-33366089
IBARETAMA (CE)
FRANCISCA CÍCERA ROSENO VENTURA
88-34391148
IBIAPINA (CE)
ROBERTA MENDES DA ROCHA
88-36531133
IBICUITINGA (CE)
MARIA LEUZILENE NOBRE SALDANHA
88-34251084
ICAPUI (CE)
CARLOS ALBERTO PEREIRA DA SILVA
88-34321127
ICÓ (CE)
ANA LYGIA JORGE GONÇALVES
88-35615552
IGUATU (CE)
LEONCIO IVO DOS SANTOS FILHO
88-35819456
INDEPENDENCIA (CE)
JUCILEIDE RODRIGUES SALES
88-36751219
IPAPORANGA (CE)
ANA MARIA MENDES TEODORICO
88-36841342
IPAUMIRIM (CE)
VERA LÚCIA QUINTEIRO OLÍMPIO
88-35671167
IPU (CE)
TERESA EULINA PEREIRA MOTA
88-36832042
IPUEIRAS (CE)
ANTÔNIA HELENILSE GONÇALVES DE SOUSA
88-36851168
IRACEMA (CE)
MARIA DA LUZ PINHEIRO GOIANA
88-34281813
IRAUÇUBA (CE)
MARIAN MATOS LOPES BARBOSA
88-36351210
ITAIÇABA (CE)
JUCIER DA COSTA NOGUEIRA
88-92076221
ITAITINGA (CE)
VANDER DANTAS ANTONIO DE AQUINO
85-33771323
ITAPAJÉ (CE)
MARIA JACINTA RODRIGUES DA SILVA MATOS
85-33461614
ITAPIPOCA (CE)
FRANCIÉLIA CUNHA FROTA AGUIAR
88-36737035
ITAPIUNA (CE)
JOSÉ ALDEMIR LIMA
88-99475664
ITAREMA (CE)
MARIA MARCÉLIA DAS NEVES
88-36671253
ITATIRA (CE)
ADALRIR SALES DOS SANTOS
88-34363131
JAGUARETAMA (CE)
FRANCISCA DIOGENES NOGUEIRA
88-35761777
JAGUARIBARA (CE)
ANTONIA JOCIVANIA BEZERRA SALDANHA
88-35684534
JAGUARIBE (CE)
LEONILIA MARIA MORAES SABINO
88-35221579
JAGUARUANA (CE)
ANA DANIELLE DAMASCENO
88-34181371
JARDIM (CE)
NÚBIA MARIA DA FONSECA SOARES
88-35551156
JATI (CE)
JOSÉ MARIA BARBOZA
88-35753100
JIJOCA DE JERICOACOARA (CE)
MARIA JAQUELINE MUNIZ ALEXANDRINO
88-36691133
JUAZEIRO DO NORTE (CE)
SHEILA REGINA DA SILVA
88-35115407
JUCAS (CE)
ALCIOMAR DA SILVA DUARTE
88-96106248
LAVRAS DA MANGABEIRA (CE)
ELIEUDA PEREIRA MURICI
88-92090504
LIMOEIRO DO NORTE (CE)
MARIA DE FÁTIMA CUNHA
88-34234268
MADALENA (CE)
ANA MIRELE PINTO PINHO
88-34421093
MARACANAÚ (CE)
MARILAC CAMPOS DA ROCHA
85-33711676
MARANGUAPE (CE)
AILA VALE BRAGA DE ABREU
85-33415783
MARCO (CE)
MARIA SOCORRO VASCONCELOS SILVA
88-36641210
MARTINÓPOLE (CE)
MARIA LIDUINA DE MELO MIRANDA
88-36271392
MASSAPÊ (CE)
ANA CLAUDIA DE BRITO SILVA NASCIMENTO
88-36431528
MAURITI (CE)
CICERA MARIA PEREIRA ALCANTÂRA DE LIMA
88-35521450
MERUOCA (CE)
FRANCISCA GILCILEUDA DE SOUZA FEIJÃO
88-36491429
MILAGRES (CE)
FRANCISCA DILZA BATISTA DE FIGUEIREDO
88-35531279
MILHA (CE)
ALEXSANDRA PINHEIRO BEZERRA
88-35291225
MIRAIMA (CE)
PEDRO CESAR GONÇALVES DE SOUSA
88-36301300
MISSÃO VELHA (CE)
JOÃO MACEDO MOREIRA JÚNIOR
88-35421817
MOMBAÇA (CE)
GARDENIA MARIA DE ALMEIDA VIEIRA MARTINS
88-35832708
MONSENHOR TABOSA (CE)
RAIMUNDA DE FATIMA CRUZ RIBEIRO
88-36961958
MORADA NOVA (CE)
ANTÔNIO RODRIGUES FILHO
88-34221120
MORAUJO (CE)
ANA SARA BENÍCIO VASCONCELOS OLIVEIRA
88-36421265
MORRINHOS (CE)
MARIA IONE LINHARES DE MESSIAS
88-36651130
MUCAMBO (CE)
MARIA BASTOS DE BRITO LIMA
88-36541139
MULUNGU (CE)
FRANCISCA KATIA TEODOSIO DE SOUSA
85-33281743
NOVA OLINDA (CE)
MARIA LAENE DE OLIVEIRA LIMA
88-35461645
NOVA RUSSAS (CE)
ELISÂNGELA MARQUES DAMASCENO
88-36726023
NOVO ORIENTE (CE)
ANTÔNIA COELHO DA SILVA
88-36291541
OCARA (CE)
ANA IRES FERREIRA DA SILVA
85-33221355
OROS (CE)
CAMILA BEZERRA COSTA DA SILVA
88-35841461
PACAJUS (CE)
REGINA OLIVEIRA DE SOUZA BRAGA
85-33480626
PACATUBA (CE)
MARLENE TAVARES POSSIDONIO
85-33452306
PACOTI (CE)
FRANCISCA CRISTIANE TOMAZ BARRETO
85-33251399
PACUJA (CE)
JOANA DARQUE DE ALMEIDA
88-36411335
PALHANO (CE)
ELISABETE MARQUES DE LIMA
88-34151060
PALMACIA (CE)
CARLOS EDUARDO PEREIRA LIMA
85-33391137
PARACURU (CE)
FRANCISCO HERMENEGILDO DA SILVA
88-91460524
PARAIPABA (CE)
MARIA CAROLINA A. D. DOS SANTOS
85-33631100
PARAMBU (CE)
ALBETIZA RODRIGUES NORONHA
88-34482078
PARAMOTI (CE)
ADALGISA NETA FERREIRA COSTA
85-33201113
PEDRA BRANCA (CE)
CICERA FABIA DOS SANTOS
88-35152440
PENAFORTE (CE)
FRANCIMEIRE FURTADO DE ALENCAR
88-35591121
PENTECOSTE (CE)
ANA RAQUEL SOARES CARDOSO
85-33522600
PEREIRO (CE)
ALCIDES LEITE DA SILVA NETO
88-35271164
PINDORETAMA (CE)
FRANCISCA ALEXANDRA DELMINO ALVES
85-88302965
PIQUET CARNEIRO (CE)
MARIA WIONEIDE ISIDORIO BORGES
88-35161805
PIRES FERREIRA (CE)
MARIA DO SOCORRO PINTO
88-36511215
PORANGA (CE)
DANIEL MARINHO ALMEIDA
88-36581128
PORTEIRAS (CE)
MARIA APARECIDA GALVÃO
88-35571252
POTENGI (CE)
GRACIELA RODRIGUES DE SOUSA
88-35381526
POTIRETAMA (CE)
FABIA MILENE PAES ALMEIDA
88-34351124
QUITERIANOPOLIS (CE)
ANA LUCIA ANTUNES DE OLIVEIRA
88-36571170
QUIXADÁ (CE)
AILA MARIA HOLANDA ALBUQUERQUE
88-34146473
QUIXELO (CE)
FABIANA ALVES MARTINS
88-35791178
QUIXERAMOBIM (CE)
ANTÔNIA ELBELEGIA DE LIMA
88-34411319
QUIXERÉ (CE)
MARIA LUIZETE DOS SANTOS NERY
88-34431306
REDENÇÃO (CE)
NEISSE EVANGELISTA DA COSTA
85-33322240
RERIUTABA (CE)
MARIA ROSIMAR DE MESQUITA
88-36372188
RUSSAS (CE)
MARIA DECELIS RAMALHO MEDEIROS
88-34118555
SABOEIRO (CE)
ANTÔNIO JURANDI DO CARMO
88-35261121
SALITRE (CE)
SANDRA BATISTA SOBRINHA
88-35371074
SANTA QUITÉRIA (CE)
MAÍSA RIBEIRO DE SOUSA
88-36280209
SANTANA DO ACARAÚ (CE)
MARIA DE FÁTIMA TORRES
88-36441880
SANTANA DO CARIRI (CE)
ANA LIMA SILVA
88-35451256
SÃO BENEDITO (CE)
CINTIA RODRIGUES ROCHA
88-36262785
SÃO GONÇALO DO AMARANTE (CE)
FRANCISCO EVANDRO FRANCELINO DE SOUSA
85-33157361
SAO JOAO DO JAGUARIBE (CE)
ELIANA MARIA FREIRE CHAVES SABOIA
88-34201221
SAO LUIS DO CURU (CE)
ROSA FERREIRA DA SILVA ARAUJO
85-33551229
SENADOR POMPEU (CE)
IVANA MARIA BEZERRA
88-34498114
SENADOR SÁ (CE)
ELIANE DAS CHAGAS DA SILVEIRA
88-36681016
SOBRAL (CE)
FRANCISCA AGMAR FEIJÃO DE CARVALHO
88-36771208
SOLONOPOLE (CE)
MARIA JOSELITA DA SILVA
88-35181438
TABULEIRO DO NORTE (CE)
FRANCISCA DAS CHAGAS FREITAS MOREIRA
88-34243881
TAMBORIL (CE)
JOAQUIM WEKSSLEI VERAS DA LUZ
88-36171408
TARRAFAS (CE)
MARIA FERNANDES DE OLIVEIRA
88-35491112
TAUÁ (CE)
JAKLINE DE CASTRO ALVES
88-34371696
TEJUÇUOCA (CE)
SHIRLEY HOLANDA DE SOUSA
85-33231156
TIANGUÁ (CE)
TIAGO VASCONCELOS SOUSA
88-36711386
TRAIRI (CE)
MARCOS AURÉLIO NUNES DE FREITAS
85-33511393
TURURU (CE)
EVELINE FARIAS DA SILVA
85-33581001
UBAJARA (CE)
Maria Aldenir Almeida Cavalcante
88-36341386
UMARI (CE)
IZABEL CRISTINA BATISTA DA SILVA
88-35781142
UMIRIM (CE)
MARIA DA NATIVIDADE FERREIRA LIMA ANDRADE
85-33641212
URUBURETAMA (CE)
GEORGE LUIZ FREITAS BARROSO
85-33531426
URUOCA (CE)
JULIANA FONSECA CUNHA CAMILO
88-36481020
VARJOTA (CE)
JOCEL FURTADO
88-36391211
VARZEA ALEGRE (CE)
DAGOBERTO DINIZ SOUZA
88-35411734
VIÇOSA DO CEARÁ (CE)
MASTANHA NUNES DE SIQUEIRA
88-36321599

Calendário de Atividades

Programa de Rádio: Sábado, a partir das 10 horas - O POVO/CBN 1010 AM.
Programa de TV: Domingo, a partir da 15 horas - TV O POVO (48-canal aberto, 23-Net, 11- TV Show).
Fascículos
Temas
Veiculação
Disponibilização facículos no site
Programa de Rádio
Disponibilização programa rádio no site
Programa de TV
Disponibilização programa de TV no site
F0
Orientações gerais
30/Ago
6/set




F1
Definição dos termos e conceitos
06/set
13/set
11/set
13/set
12/set
20/set
F2
Ar e poluição
13/set
20/set
18/set
20/set
19/set
27/set
F3
Água e poluição
20/set
27/set
25/set
27/set
26/set
4/out
F4
Solo e poluição
27/set
4/out
2/out
4/out
3/out
11/out
F5
Sistemas de monitoramento climáticos
04/out
11/out
9/out
11/out
10/out
18/out
F6
Responsabilidades e compromissos sociais
11/out
18/out
16/out
18/out
17/out
25/out
F7
Demografia e desenvolvimento sustentável
18/out
25/out
23/out
25/out
24/out
1/nov
F8
Lixo, reciclagem e educação ambiental
25/out
1/nov
30/out
1/nov
31/out
8/nov
F9
Energias renováveis
1/nov
8/nov
6/nov
8/nov
7/nov
15/nov
F10
Ecossistemas do Nordeste (semiárido)
8/nov
15/nov
13/nov
15/nov
14/nov
22/nov
Prova on line: período de 16 de novembro de 2010 a 31 de março de 2011

Fundação Demócrito Rocha/FDR

Telefones e Fax

Linhas telefônicas (85) 3255.6326/ 6329/ 6330/ 6331/ 6332/ 6343 e o fax (85) 3255 6271 para atendimento ao cursista das 8:00 às 18:00, de segunda a sexta-feira.

Linha 0800

O aluno contará também com uma linha 0800 280 2210 para atendimento das 8:00 às 18:00 horas, de segunda a sexta-feira.

Atendimento Eletrônico

O atendimento pode ser realizado através dos e-mails uane@fdr.com.br ou tutoria@fdr.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário